Dom. Jul 12th, 2020

ALBINISMO EM FOCO

SITE DESENVOLVIDO PARA PORTADORES DE ALBINISMO

Pinguim

2 min read

Pinguim albino extremamente raro nasce em zoológico na Polônia

Nasceu, no zoológico de Gdańsk, na Polônia, um filhote de pinguim albino extremamente raro. O animal tem a plumagem completamente branca por causa de sua mutação genética, que fez com que ele tivesse que permanecer sob cuidados veterinários desde o seu nascimento, em dezembro de 2018.

O albinismo ocorre quando um animal não tem melanina, o pigmento marrom escuro ou preto que ocorre no cabelo, pele e íris de pessoas e animais. No entanto, essa falta de pigmentação causa problemas e torna os animais albinos mais propensos aos efeitos da luz solar, como defeitos na pele e lesões oculares, que podem afetar sua capacidade de coletar alimentos.

O pinguim também corre o risco de ser rejeitado por não ter as características da espécie, o que diminuiria suas chances de sobrevivência. “Uma das maneiras pelas quais os pássaros se reconhecem é sua plumagem”, afirma Vikki McCloskey, curadora do Aquário Steinhart, da Academia de Ciências da Califórnia, ao IFLScience. Apesar de McCloskey não ser afiliada ao Zoológico de Gdańsk, ela trabalha com uma colônia de pinguins africanos da e tem uma vasta experiência no manejo das aves marinhas.

Ela explica que os pinguins não desenvolvem seus “smokings” (com a pelagem escura) até passarem pela primeira muda adulta. “Se esse pássaro nunca tiver um smoking, então imagino que os outros pássaros o consideram um juvenil, não importa quantos anos ele tenha”, afirma McCloskey, acrescentando que já são conhecidos alguns pássaros com padrões de cores diferentes ou mais penas brancas no rosto.

Mas isso não torna o caso do pinguim albino menos importante, já que só se sabe de um outro caso do tipo, em que o animal nasceu nna Grã-Bretanha, em 2002, e morreu pouco depois.

Para o Zoológico de Gdańsk, o filhote é um presságio de sucesso no futuro. “É por isso que mantemos os dedos cruzados para o nosso pingüim, dando-lhe um cuidado especial”, disse o zoológico em uma publicação no site.

Fonte: Revista Galileu

POSTAGENS RELACIONADAS

1 min read
1 min read
1 min read

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *